quarta-feira, setembro 21, 2005

Prefeitura fecha casa que divulgou anúncio pornográfico

SÃO PAULO - A Prefeitura da capital fechou nesta tarde a boate Romanza, na Avenida 9 de Julho, zona oeste da capital. De acordo com a assessoria de imprensa da secretaria de Subprefeituras, a entrada do local foi lacrada com blocos de concreto. A casa foi fechada depois de divulgar anúncios com conteúdo pornográfico em vários pontos da cidade. Os outdoors têm fotos que insinuam sexo oral entre uma mulher e um mecânico de Fórmula 1. O anúncio promove o turismo sexual ao público que vem à cidade para participar do Grande Prêmio de Fórmula 1, principalmente estrangeiros.

O fechamento da casa foi feito pela subprefeitura de Pinheiros com o apoio da Guarda Civil Metropolitana. Segundo a assessoria, há um parecer do setor jurídico da Prefeitura que enquadra a publicidade divulgada "como mensagem de pornográfica e congênere". O parecer afirma que elas não deveriam ser expostas em público com base no artigo 234 do Código Penal e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A secretaria ainda retirou os anúncios de cerca de 30 outdoors na zona sul da capital. As peças estavam expostas ao longo das Avenidas Washington Luís, 23 de Maio e Interlagos. A assessoria afirma que será feito um levantamento para saber se os anúncios têm licença. Se não tiverem, o anunciante e a empresa que veicula o outdoor ficam sujeitos à multa.

De acordo com a direção do Romanza, o anúncio "é ousado, mas não ultrapassa o limite da moralidade". A casa afirma que a moralidade está na interpretação maldosa ou maliciosa de quem vê.

Ainda nesta terça-feira, o Café Millenium, boate no Ipiranga, zona sul da capital, deve ser fechada pelo mesmo motivo. A publicidade do Café Millenium, que também deve ser lacrado, traz uma mulher de costas sem roupa, com mensagens em português e em inglês.

No início da tarde, o Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária (Conar) recomendou à boate Romanza a retirada dos outdoors pornográficos. O pedido foi feito por meio de liminar, assinada pelo presidente do conselho. Esse tipo de liminar não tem efeito jurídico, mas suas recomendações costumam ser seguidas. De acordo com a assessoria do Conar, a boate Romanza, assim como outras casas do gênero, é reincidente. A entidade afirma que tem uma equipe monitorando as ruas da capital para identificar outros anúncios do tipo.

Durante os treinos para o Grande Prêmio de Fórmula 1, no Autódromo de Interlagos, são distribuídos catálogos com fotos de garotas de programa, algumas delas com preços em dólar.

CBN - 20/09/2005 - 18:14

::: O pessoal dessa estranha cidade do sul tem um apego impressionante a falsos moralismos, como este... Até parece que as meninas vão deixar de ser oferecidas dessa e de muitas outras formas, como afirma o próprio último parágrafo. :::

terça-feira, setembro 20, 2005

Frases bisonhas da semana

Domingo: "Mal por mal, é melhor ter o de Alzheimer que o de Parkinson, pois é melhor esquecer de pagar a cerveja do que derramar tudo no chão."

2°-feira: "As vegetarianas não gritam quando têm um orgasmo... não querem admitir que um pedaço de carne lhes dá prazer!"

3°-feira: "Depois dos 40 anos, a única coisa que o médico deixa um homem comer com gordura, é a sua própria mulher..."

4°-feira: "Amigo é igual parafuso, a gente só sabe que é bom na hora do aperto."

5°-feira: "Celulite não é defeito. Os furinhos querem dizer 'Eu sou gostosa', em braille..."

6°-feira: "De nada adianta ter barriga de tanquinho se a torneira não funciona."

Sábado: "Para que serve a beleza interior, se o pinto não tem olho?"

Três presos e sete feridos em partida de apenas 46 segundos

ROMA - A partida entre Ebolitana e Cosenza, pelo grupo 1 da série D italiana de futebol, pode entrar para a história como um dos jogos mais rápidos e violentos porque durou apenas 46 segundos e acabou com três pessoas presas e sete policiais feridos.

A curiosa situação aconteceu neste domingo no estádio Dirceu de Eboli, em Salerno, quando após o início da partida um torcedor invadiu o gramado, deu um chute no goleiro adversário Spicuzza e fugiu.

O goleiro, após receber o forte golpe, caiu sobre o gramado fazendo gestos de dor, o que motivou ao árbitro decretar o final da partida, quando só haviam sido disputados quarenta e seis segundos desde o apito inicial.

A partir deste momento, foram desencadeados confrontos nas arquibancadas entre os próprios torcedores da equipe da casa. Os enfrentamentos motivaram uma intervenção dos policiais, que tentavam acalmar os ânimos.

No final, sete agentes tiveram que ir ao hospital para serem atendidos de feridas leves. Durante a noite, os policiais examinaram as imagens de vídeo e fotografias tiradas durante o conflito. Foram presos três torcedores e outros 250 reconhecidos.

Da Agência EFE em 19/09/2005

::: Deve ser muito ruim viver num lugar com tamanha violência nos campos... :::